Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

  • 81 milhões de euros para três novas centrais solares

    O Governo aprovou, em Agosto, a licença de três novas centrais solares, num investimento que alcança 81 milhões de euros. Ao todo, serão 485 mil painéis solares fotovoltaicos a instalar, numa potência de 145,5 megawatts.

    As centrais vão ser instaladas em Alforgemel, Casal do Paúl e Encarnado, na freguesia de Almoster, no concelho de Santarém, cada uma com cerca de 160 mil painéis. “Estas novas centrais inserem-se na mudança de paradigma de redução de custos no sistema elétrico nacional que o Governo tem vindo a implementar: Renováveis sim, mais custos para as famílias não”, afirmou Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado da Energia. “As centrais solares que foram aprovadas no passado vão custar, só este ano, cerca de 134 milhões de euros às famílias, com os consumidores a pagarem mais de 300 euros por megawatt/hora por esta energia, o valor mais elevado entre as diferentes fontes de eletricidade subsidiadas em Portugal”, esclareceu o governante.

    A iniciativa vai no sentido de ajudar o país a cumprir a sua meta oficial de penetração de renováveis no mix energético para 2020 - 31 %. Para a próxima década, Portugal já se comprometeu com uma meta de 40 %, dando continuidade a uma ambição maior do que a exigida por Bruxelas. Recorde-se que, recentemente, a Comissão Europeia definiu, como objetivo para 2030, uma quota de 32 % de renováveis.

  • Energias Renováveis
    Setembro 2018